Mês de junho: dedicado ao Sagrado Coração de Jesus

01 de Junho de 2019

 

A Igreja Católica dedica o mês de junho ao Sagrado Coração de Jesus, para que os fiéis venerem, honrem e imitem mais intensamente o amor generoso e fiel de Cristo por todas as pessoas.

É um mês um qual se demonstra a Jesus, através das obras, o quanto o amam;  correspondendo a seu grande amor demonstrado ao se entregar à morte por seus filhos, permanecendo na Eucaristia e ensinando o caminho para a vida eterna.

Sobre esta festa, o Papa Bento XVI afirmou que, “a contemplação do ‘lado transpassado pela lança’, na qual resplandece a vontade infinita de salvação por parte de Deus, não pode ser considerada, portanto, como uma forma passageira de culto ou de devoção: a adoração do amor de Deus, que encontrou no símbolo do ‘coração transpassado’ sua expressão histórico-devocional, continua sendo imprescindível para uma relação viva com Deus”.

A devoção ao Coração de Jesus existe desde o início da Igreja, desde que se meditava no lado e no coração aberto do Senhor.

Conta a história que, em 16 de junho de 1675, o Filho de Deus apareceu a Santa Margarida Maria Alacoque e lhe mostrou seu Coração rodeado por chamas de amor, coroado por espinhos, com uma ferida aberta da qual brotava sague e, do interior do mesmo, saia uma cruz.

Santa Margarida escurou o Senhor dizer: “Eis o Coração que tanto amou os homens, que não poupou nada até esgotar-Se e consumir- -Se, para manifestar-lhes seu amor. E como reconhecimento, não recebo da maior parte deles senão ingratidões, desprezos, irreverências, sacrilégios, friezas que têm para comigo neste Sacramento de amor”.

 

 

Terço ao Sagrado Coração de Jesus


Oferecimento: Ofereço-vos, ó meu Deus, neste dia, em união com o Sagrado Coração de Jesus, as orações e o trabalho, as alegrias e o desanso, as dificuldades e os sofrimentos desta vida, em reparação de nossas ofensas, e por todas as intenções, pelos quais o mesmo Divino Coração está continunamente a interceder e a sacrificar-se por nós em nossos altares. Eu vous ofereço especialmente pelas intenções da Santa Igreja, por nosso Papa e por nossa família. Amém.

 

Creio em Deus Pai... 

 

Nas contas grandes: Lembrai-vos, ó misericordioso Jesus, que sois tão bondoso e cheio de ternura para com todos. Confiante no vosso infintio amor, entrego minha súplica ao Vosso coração, com alegria e esperança, segundo vossa Palavra: "Pedi e recebereis. Buscai e achareis. Batei e vos será aberto". Eu bato, procuro e peço esta graça que me é tão necessária (pedir a graça). Tudo para maior glória de Deus e o bem da humanidade. Amém!

 

Nas contas pequenas: "Sagrado Coração de Jesus, eu confio em vós!"

 

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

 

Jaculatória: Ó sangue e água, que jorrastes do Coração de Jesus como fonte de misericórdia para nós, eu confio em vós.

 

Fonte: Portal Acidigital

 

 

Netmidia - Soluções Digitais©2014 - Todos os direitos Reservados a Diocese de Ji-Paraná
Fone: (69) 3416-4203 / 3416-4204
Av. Marechal Rondon, 400 - Centro - Ji-Paraná / RO - CEP: 76900-036
E-mail: informatica@diocesedejiparana.org.br